Comdec - Prefeitura Municipal de Rio do Oeste

Página Anterior

Início

Próxima Página

 

05. Subcomissão de Abastecimento

Coordenador:

05.01 - Providências imediatas em período de normalidade.

05.01.01 - Dimensionar e cadastrar equipe de voluntários necessária. (Utilizar o formulário ANEXO I - CADASTRO DE ÓRGÃOS E PESSOAL DA COMDEC-RO).

05.01.02 - Cadastrar estabelecimentos que atuem nas seguintes áreas e produtos: (Utilizar o formulário ANEXO IV - CADASTRO DE ESTABELECIMENTOS)

05.01.02.01 - produtos tóxicos;

    05.01.02.02 - postos revendedores de combustíveis fora da área de risco;

    05.01.02.03 - postos revendedores de combustíveis dentro de áreas de risco;

    05.01.02.04 - veículos transportadores de combustíveis (em conjunto com a Subcomissão de transportes);

    05.01.02.05 - identificar locais estratégicos, fora da área de risco, para abastecimento (utilizar carros tanques);

    05.01.02.06 - disciplinar o abastecimento de combustível;

    05.01.02.07 - levantar o estoque médio dos postos de combustível em litros (Utilizar o formulário ANEXO V - MANIPULAÇÃO DE COMBUSTÍVEIS)

    05.01.02.08 - levantar o consumo médio diário de combustível em litros;

    05.01.02.09 - cadastrar os estabelecimentos revendedores de gás situados dentro e fora das áreas de risco;

    05.01.02.10 - cadastrar locais estratégicos que possam alojar os estabelecimentos revendedores de gás;

    05.01.02.11 - levantar o estoque médio mensal de gás bem como o consumo da cidade;

    05.01.02.12 - disciplinar a revenda de gás;

    05.01.02.13 - cadastrar fornecedores de gêneros alimentícios.

05.01.03 - Cadastrar equipamentos geradores de energia elétrica. (Utilizar o formulário ANEXO XIII - CADASTRO DE VEICULOS E EQUIPAMENTOS).

05.01.04 - Cadastrar motos bomba para manipulação de água, com ênfase nas movidas por motores a explosão. (Utilizar o formulário ANEXO XIII - CADASTRO DE VEICULOS E EQUIPAMENTOS).

05.01.05 - Identificar fontes alternativas de água potável.

Em circunstâncias de desastres, devem ser investigadas e utilizadas as seguintes fontes de água:

    05.01.05.01 - Sistemas Públicos

    Quando esses sistemas são danificados e a previsão de recuperação demandar muito tempo, providenciar instalações provisórias ou equipamentos alternativos;

    Em circunstâncias de inundações, a pressão da água deve ser aumentada para evitar infiltrações por refluxo, e a concentração do cloro aumentada, para proteger o sistema de contaminações;

    05.01.05.02 - Sistemas Particulares

    Verificar a existência de poços artesianos, poços residenciais e industriais, tendo-se o cuidado de garantir a potabilidade da água fornecida;

    05.01.05.03 - Água de Superfície

    A água de superfície, como a de rios, lagoas e açudes só deve ser distribuída após ser desinfetada.

    05.01.06 - Desinfecção da água

O cuidado é necessário para eliminar microorganismos causadores de doença (patogênicos) e pode ser feito por fervura, aeração ou cloração.

Na cloração utiliza-se solução de hipoclorito de sódio, hipoclorito de cálcio, cal clorada (cloreto de cal) ou água sanitária, de forma a se obter uma concentração de cloro residual de 0,2 a 0,5 mg/litro.

05.01.07 - Manter tanques em áreas estratégicas para abastecimento d’água quando o sistema convencional entrar em pane. (Ver item 04.02.05 da Subcomissão de Alojamento e Alimentação).

05.01.08 - Manter os equipamentos geradores de energia elétrica em condições de operação, próximo aos estabelecimentos de utilidade pública (hospitais, estação de abastecimento d’água, rádios, corpo de bombeiros e outros).

05.01.09 - Em conjunto com a Subcomissão de Alojamentos, definir locais para deslocamento de estabelecimentos comerciais de gêneros alimentícios e farmácias.

05.01.10 - Elaborar plano de ação conjunta com as empresas fornecedoras de energia elétrica e água.

05.01.11 - Manter cadastro e estoque de material de estacionamento (equipamentos para abrigos temporários como barracas, redes, colchonetes, utensílios de copa e cozinha, etc.), em condições de uso.

05.01.12 - Suprimentos de Roupas, Agasalhos e Calçados.

Esses itens podem tornar-se necessários para distribuição à população de baixa renda, quando ocorrerem inundações ou ondas de frio intenso.

Normalmente esse material é obtido mediante campanhas de doação envolvendo as comunidades locais através de ação conjunta da municipalidade e clubes de serviço.

Se a arrecadação for superior às necessidades, as sobras devem passar por criteriosa seleção para serem armazenadas e distribuídas quando nova necessidade surgir.

05.01.13 - Suprimento de Material de Limpeza e Higienização

É importante enfatizar que as instalações utilizadas como abrigos temporários, devem ser mantidas impecavelmente limpas e higienizadas, da mesma forma que o asseio corporal do pessoal abrigado não deve ser descurado.

Nestas ocasiões são freqüentes os surtos de infestação, especialmente de sarna (Sarcaptus seabici) e de piolhos (Pediculus e Pthiries).

Os piolhos são combatidos por aplicações de DDT em pó ou Neocid. A sarna é tratada com soluções ou pomadas com benzoato de benzila, benzocaína, inseticidas e emulsificador.

Para combater o mau cheiro de privadas e mictórios deve ser aplicado permanentemente cal viva, água sanitária e outros produtos desinfetantes.

05.01.14 - Material para coleta de lixo.

A previsão de produção de lixo por pessoa é de 500 gramas, com um teor de umidade em torno de 40% e um peso específico de 200 kg por metro cúbico.

Os recipientes devem ser de 100 litros, bem vedados e protegidos de animais.

Um caminhão com capacidade para 10 metros cúbicos em três viagens diárias atende uma população de 8 mil pessoas.

05.01.15 - Em conjunto com as Subcomissões de Transporte e Cadastramento dos Flagelados, estabelecer plano de ação para abastecimento de áreas isoladas, localidades no interior do município, identificando estabelecimentos ou postos de distribuição estratégicos o mais perto possível das mesmas.

05.01.16 - Elaborar o plano de ação para a subcomissão enviando-o à Coordenação Geral que irá incorporá-lo no plano geral, distribuindo-o às demais áreas de interesse da defesa civil.

Página Anterior

Início

Próxima Página

© 2005/2009 www.riodooeste.com.br